Como fazer autoexame de prevenção do Câncer de Testículo

Autoexame dos testículos
O autoexame nos testículos deve ser feito todo mês, logo depois de um banho quente.
[Imagem: Divulgação/Ministério da Saúde]

Autoexame dos testículos

Assim como ocorre com a prevenção do câncer de mama nas mulheres, o autoexame parece ser a via mais simples, rápida e fácil para que os homens se defendam do câncer de testículos.

Os casos de câncer no testículo correspondem a apenas 5% do total de casos de câncer entre os homens, mas dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA) mostram centenas de mortes anuais.

A boa notícia é que esse tipo de câncer é facilmente curado quando detectado precocemente, principalmente quando realizado o autoexame. "O autoexame é muito importante, pois é a melhor forma de prevenção dessa doença. Se você reparar qualquer nódulo no testículo ou anormalidade, procure imediatamente o médico. O testículo é uma região onde não deve aparecer absolutamente nada," explicou o Dr. Franz Campos, do INCA.

O sintoma mais comum é o aparecimento de um nódulo duro, geralmente indolor, que tem o tamanho aproximado ao de uma ervilha. Mas é preciso ficar atento a outras alterações, como aumento ou diminuição no tamanho dos testículos, nódulos ou endurecimentos, dor imprecisa na parte baixa do abdômen, sangue na urina e aumento ou sensibilidade dos mamilos. Em qualquer desses casos, é importante realizar uma consulta com um urologista.

Veja abaixo como realizar o autoexame.

Autoexame para prevenção do câncer de testículo

O autoexame nos testículos deve ser feito todo mês, logo depois de um banho quente, porque o calor relaxa o saco escrotal e facilita a observação de quaisquer anormalidades de tamanho, sensibilidade ou densidade.

Como fazer?

  • De pé, verifique a existência de alterações em alto relevo na pele do escroto;
  • examine cada testículo com as duas mãos;
  • posicione o testículo entre os dedos indicador, médio e o polegar e o revolva entre os dedos - você não deve sentir dor ao realizar o exame;
  • ache o epidídimo - canal localizado atrás do testículo que coleta e carrega o esperma. Se você se familiarizar com essa estrutura, não confundirá o epidídimo com uma massa suspeita;
  • não se assuste se um dos testículos parecer ligeiramente maior que o outro, isto é normal;

O que procurar?

  • Alteração do tamanho dos testículos;
  • sensação de peso no escroto;
  • dor imprecisa na parte inferior do abdômen ou na virilha;
  • derrame escrotal, caracterizado por líquido no escroto;
  • dor ou desconforto no testículo ou escroto.
  • os tumores malignos são localizados com mais frequência lateralmente aos testículos, mas também podem ser encontrados na porção ventral (parte de baixo dos testículos);


Ver mais notícias sobre os temas:

Saúde do Homem

Prevenção

Sexualidade

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.