Goste dele ou não, brócolis faz muito bem para o seu intestino

Goste ou não, brócolis faz muito bem para o seu intestino
Recentemente outra equipe conseguiu explicar o mecanismo pelo qual o brócolis age contra o câncer, alimento que também pode prevenir e evitar o avanço da artrose.
[Imagem: Wikipedia]

Proteção geral

Para quem ama e para quem detesta brócolis, os cientistas têm uma notícia que interessa: o vegetal também pode ajudar a promover um intestino saudável.

Apenas para lembrar, um intestino saudável é dominado por bactérias benéficas, que estabelecem uma ligação com o cérebro e podem ter função protetora contra doenças como Parkinson e Alzheimer.

Animais de laboratório que comeram brócolis em sua dieta regular mostraram-se mais capazes de tolerar problemas digestivos semelhantes aos sintomas de problemas humanos como a colite e outros mais graves.

Devido à semelhança já verificada em outros estudos, outros vegetais como a couve-de-bruxelas e a couve-flor também podem ter propriedades reforçadoras da saúde intestinal semelhantes.

"Há um bocado de razões pelas quais queremos explorar como auxiliar a saúde gastrointestinal, e uma das razões é que, se você tem problemas, como síndrome do intestino com vazamento, e começa a sofrer inflamação, isso pode levar a outras condições, como artrite e doenças cardíacas. Manter seu intestino saudável e garantir que você tenha boas funções de barreira, para que você não tenha esse efeito vazante, pode ser realmente grande," diz o Dr. Gary Perdew, da Universidade do Estado da Pensilvânia.

Saúde intestinal

Uma boa função de barreira intestinal significa que o trato gastrointestinal está ajudando a proteger os intestinos de toxinas e microrganismos nocivos, permitindo que os nutrientes passem.

De acordo com Perdew, a chave para o processo parece ser um receptor no intestino chamado "receptor de hidrocarbonetos Aryl", ou AHR. O receptor ajuda o organismo a regular sua reação a certos contaminantes ambientais, além de desencadear outras respostas à exposição a toxinas.

A equipe sugere que os vegetais crucíferos - como brócolis, couve-de-bruxelas e repolho - contêm um composto químico orgânico chamado "indol glucosinolato", que se divide em outros compostos, incluindo indolocarbazol - ICZ - no estômago.

Quando o ICZ se liga e ativa o receptor de hidrocarboneto de Aryl (AHR) no revestimento intestinal, ele ajuda a manter um equilíbrio saudável na flora intestinal e na vigilância imunológica, e melhora a função de barreira, de acordo com os pesquisadores. Isso pode ajudar a prevenir doenças, como vários tipos de câncer e Doença de Crohn, causada por inflamação no revestimento do intestino.


Ver mais notícias sobre os temas:

Medicamentos Naturais

Plantas Medicinais

Alimentação e Nutrição

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.