Lei garante prioridade especial a idosos maiores de 80 anos

Preferências distintas

Com o aumento da longevidade da população, as condições preferenciais para os idosos precisaram ser ajustadas - afinal, ser um idoso de 60 anos é bem diferente de ser um idoso com 80 anos ou mais.

Por isso acaba de ser sancionada e publicada a Lei 13.466, que altera o Estatuto do Idoso.

Com a alteração, os maiores de 80 anos sempre terão suas necessidades atendidas com preferência em relação aos demais idosos. De acordo com o Estatuto do Idoso, são consideradas idosas pessoas a partir de 60 anos.

"Em todo os atendimentos de saúde, os maiores de 80 anos terão preferência especial sobre os demais idosos, exceto em caso de emergência," diz um trecho da Lei.

Vulnerabilidade

"Entre os idosos, existe um segmento mais vulnerável. Como a lei diz que é a partir dos 60, todo mundo chega e usa a prioridade, sem observar se atrás tem uma pessoa com mais de 80 anos," comentou a senadora Regina Souza (PT-PI), relatora do projeto.

Regina Souza ressaltou ainda que, em contendas judiciais, é ainda mais importante a preferência para os octogenários porque "não adianta atender ao direito depois que a pessoa morre".

Para a senadora, mais do que as filas, os precatórios são o principal ponto em que pessoas acima de 80 anos devem ter prioridade.


Ver mais notícias sobre os temas:

Terceira Idade

Ética

Qualidade de Vida

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.