Teste diz se você está sendo atacado por um vírus

Teste diz se você está sendo atacado por um vírus
Tem havido um grande esforço na tentativa de desenvolver um exame capaz de detectar qualquer vírus, para acabar com as frustrantes alegações de "viroses".
[Imagem: National Institute of Allergy and Infectious Diseases]

Vírus em doenças respiratórias

Um novo teste identifica se uma doença respiratória está sendo causada por vírus medindo moléculas de RNA ou proteínas nas células do paciente - e não procurando pelo próprio vírus.

Realizado com um simples cotonete nasal, o teste é uma maneira mais rápida e econômica de diagnosticar doenças virais respiratórias do que os métodos atuais.

"Em vez de procurar vírus individuais, nosso teste faz a pergunta: 'O corpo está lutando contra um vírus?'. Descobrimos que podemos responder a essa pergunta muito bem," explica a professora Ellen Foxman, da Faculdade de Medicina da Universidade de Yale (EUA), que desenvolveu o teste juntamente com sua colega Marie Landry.

Teste viral

Para identificar biomarcadores - moléculas biológicas que sinalizam alguma coisa - de infecções virais de uma forma que fosse aplicável a muitos vírus respiratórios diferentes, as pesquisadoras começaram analisando células nasais humanas no laboratório. Usando técnicas de sequenciamento genético, elas escrutinaram essas células em busca de RNAs e proteínas que aumentavam quando um vírus estivesse presente.

Elas identificaram três RNAs e duas proteínas, que os vírus "ligam", e então usaram outros testes para confirmar que eles são preditores precisos de uma infecção viral respiratória.

Isso é marcante porque, apesar de as doenças respiratórias superiores serem tão comuns, só há testes de diagnóstico capazes de confirmar uns poucos vírus causadores dessas condições.

Os RNAs preveem a infecção viral com 97% de precisão. O método também flagrou vírus que não são identificados por muitos testes de laboratório atuais.

Sair do laboratório

A equipe agora pretende desenvolver o método para se livrar das etapas mais demoradas feitas no laboratório e preparar um exame rápido que os médicos possam realizar em seus consultórios.

Esse exame, quando disponibilizado comercialmente, deverá ser particularmente útil para avaliar doentes muito graves ou crianças pequenas, disseram as pesquisadoras, e também poderá ajudar a reduzir o uso indevido de antibióticos para tratar infecções virais.


Ver mais notícias sobre os temas:

Exames

Vírus

Genética

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2018 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.