Vacina de febre amarela será ampliada para todo o país

Ampliação

A aplicação da vacina contra a febre amarela será estendida para todo o país, anunciou o Ministério da Saúde.

A ampliação será feita de forma gradual, iniciando neste ano e sendo concluída até abril de 2019.

A medida é preventiva e tem como objetivo antecipar a proteção contra a doença para toda população em caso de um aumento na área de circulação do vírus.

Para aumentar a capacidade de produção da vacina de febre amarela com vistas a atender todo o país foi firmada uma parceria entre o Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Biomanguinhos/Fiocruz) e o laboratório Libbs Farmacêutica, em São Paulo. A expectativa é que o laboratório passe a fornecer vacinas ao Ministério da Saúde a partir do segundo semestre deste ano. Atualmente, Biomanguinhos/Fiocruz é o maior produtor da vacina de febre amarela do mundo.

Atualmente, alguns estados do Nordeste e parte do Sul e Sudeste não fazem parte das áreas de recomendação de vacina. Com a ampliação, devem ser vacinadas 77,5 milhões de pessoas em todo o país.

Vacinação nacional contra febre amarela

Os estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia foram os primeiros a estenderem a vacinação, um processo já em andamento. Apenas estes três estados continuarão vacinando a população com a dose fracionada.

Em julho deste ano, os estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul adotarão a vacina padrão - não-fracionada - em todos os municípios, alcançando 11,3 milhões de pessoas.

Em janeiro de 2019, os estados do Nordeste começam a vacinação da dose padrão. Os estados do Piauí, Paraíba, Pernambuco, Ceará, Alagoas e Sergipe e Rio Grande do Norte totalizarão 25,3 milhões de pessoas. O estado do Maranhão não entra nessa medida porque já é considerado área com recomendação de vacina, ou seja, a vacina da febre amarela faz parte da rotina do estado.

Com isso, até abril de 2019, 1.586 novos municípios estarão incluídos como áreas com recomendação de vacina, atingindo 100% do território nacional. Desde 1997, o Ministério da Saúde vem ampliando as áreas de recomendação de vacinação. Até então, a vacina de febre amarela fazia parte da rotina de 23 estados, sendo nove com áreas parciais de recomendação de vacinação.

Vacina de febre amarela será ampliada para todo o país

[Imagem: Agência Saúde]

Casos de febre amarela

Entre 1º de julho de 2017 e 13 de março de 2018 foram confirmados 920 casos de febre amarela no país, sendo que 300 vieram a óbito. Ao todo, foram notificados 3.483 casos suspeitos, sendo que 1.794 foram descartados e 769 permanecem em investigação, neste período.

No ano passado, de julho de 2016 a 13 de março de 2017, eram 610 casos confirmados e 196 óbitos confirmados. Os informes de febre amarela seguem, desde o ano passado, a sazonalidade da doença, que acontece, em sua maioria, no verão. Dessa forma, o período para a análise considera de 1º de julho a 30 de junho de cada ano.


Ver mais notícias sobre os temas:

Saúde Pública

Prevenção

Vacinas

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2018 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.