Quer lembrar dos seus sonhos? Tome vitamina B6

Vitamina B6 ajuda a lembrar sonhos
Quer ter um sonho lúcido? Veja como. Os muitos benefícios potenciais incluem o tratamento de fobias e a melhoria de capacidades e habilidades.
[Imagem: Universidade de Adelaide]

Vitamina B6

Tomar vitamina B6 pode ajudá-lo a se lembrar dos seus sonhos e até ajudá-lo a ter sonhos lúcidos.

"Nossos resultados mostram que tomar vitamina B6 melhora a capacidade das pessoas de recordar sonhos em comparação com um placebo. A vitamina B6 não afetou a vivacidade, estranheza ou cor dos sonhos, e não afetou outros aspectos dos padrões de sono," disse o Dr. Denholm Aspy, da Universidade de Adelaide (Austrália).

O ensaio randomizado, duplo-cego e controlado por placebo monitorou 100 participantes que tomaram 240mg de vitamina B6 imediatamente antes de dormir.

A vitamina B6, conhecida como piridoxina e encontrada em abundância em alimentos de origem animal e vegetal, é responsável pelo metabolismo das proteínas, dos carboidratos e das gorduras e é fundamental para o desenvolvimento do sistema nervoso central e da função cognitiva.

Lembrar dos sonhos e sonhos lúcidos

Antes de tomar os suplementos, muitos dos participantes raramente se lembravam dos seus sonhos. A diferença foi significativa até o final do experimento.

"A pessoa média gasta cerca de seis anos de suas vidas sonhando. Se formos capazes de nos tornarmos lúcidos e controlarmos nossos sonhos, então poderemos usar nosso tempo de sonhar de forma mais produtiva.

"O sonho lúcido, quando você sabe que está sonhando enquanto o sonho ainda está acontecendo, tem muitos benefícios potenciais. Por exemplo, pode ser possível usar sonhos lúcidos para superar pesadelos, tratar fobias, resolver problemas criativos, aperfeiçoar habilidades motoras e até mesmo ajudar na reabilitação de traumas físicos.

"Para ter sonhos lúcidos, é muito importante se lembrar dos sonhos regularmente. Este estudo sugere que a vitamina B6 pode ser uma maneira de ajudar as pessoas a terem sonhos lúcidos," disse Aspy.

Os resultados foram publicados na revista científica Perceptual and Motor Skills. Como a dose da vitamina B6 ingerida foi elevada, será importante realizar estudos de acompanhamento para analisar eventuais efeitos colaterais.


Ver mais notícias sobre os temas:

Mente

Neurociências

Cérebro

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2018 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.